O assassinato arquitetônico do Crusp

Um histórico do conjunto habitacional projetado pelos arquitetos Eduardo Kneese de Mello, Joel Ramalho Júnior e Sidney de Oliveira

Este documento (anexo em PDF), escrito pelo geólogo e ex-residente do Crusp (1964-1968) Álvaro Rodrigues dos Santos, descreve com várias ilustrações a mutilação da arquitetura original do conjunto residencial dos estudantes. Este texto foi publicado no portal Vitruvius.

QUESTÃO FUNDAMENTAL

QUESTÃO FUNDAMENTAL

A GRANDEZA DE UMA CIDADE.

 A GRANDEZA DE UMA CIDADE.

 

Não é possível deixar de reconhecer algo que modela a existência pessoal.

“A ética humana civiliza o homem em relação ao próprio homem”. O pensamento é do autor de “Os Miseráveis” e “O Corcunda de Notre-Dame”, o maior romancista francês, Victor Hugo (1802-1885).  Concluía ele: “Agora é necessário civilizar o homem em relação à natureza e aos animais”.

Essa consciência civilizatória se amplia em nossa cidade.

A MAIOR CORRUPÇÃO

A MAIOR CORRUPÇÃO

 

Irmã Dulce foi canonizada este mês (13), passou a se chamar “Santa Dulce dos Pobres” e se consagrou como a primeira santa brasileira.

O fato é significativo independentemente da religião.

Os ateus não acreditam em santos, mas não podem negar a existência de pobres. O mesmo pode se afirmar para as religiões protestantes e pentecostais que não creem em santo católico.

Pobres existem e são muitos.

MODO DE PENSAR

MODO DE PENSAR

 

Pertencemos ao grupo de pessoas que não alimentam hostilidade contra a administração de qualquer prefeito presente ou passado. Também, somos daqueles que respeitam a memória, que se preocupam com as questões ecológicas, ambientais, sociais e que defendem ideias renovadoras para o município.

Esse grupo não é pequeno. Tem crescido entre trabalhadores, artesãos, microempresários, religiosos, professores, estudantes, profissionais liberais, funcionários públicos, aposentados representando o modo de pensar próprio do cidadão água-lindoiano.

I LOVE YOU

I LOVE YOU

Diplomatas disseram ao jornalista Lauro Jardim de ‘O Globo’ que o presidente Jair Messias Bolsonaro, logo após discursar na ONU (24.09), topou com o presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

Ao se cumprimentarem Bolsonaro se adiantou:

- I Love You.

Trump não respondeu à altura, apenas disse:

- Nice too see you again (Bom te ver de novo)

Pano rápido encerrou-se a conversa.

Trump se retirou apressado sendo perguntado por uma jornalista:

- Presidente o que achou do presidente Jair Bolsonaro?

TENDÊNCIAS ÁGUA-LINDOIANAS

TENDÊNCIAS ÁGUA-LINDOIANAS

O circo de horrores de palhaços incendiários voltou a dar espetáculo em nossa cidade no começo desta semana. Tudo indica que o serviço da queimada foi mal executado. A queimada havia atingido até o Hotel Bela Vista na semana passada. Reiniciou e avançou até o final do morro em direção ao Pelado na manhã de segunda (16.09)

Do outro lado do lago do Cavalinho Branco agora se vê o grande cinzeiro que se formou. É possível imaginar como são os morros do diabo que circundam o inferno.

IDEOLOGIA DA MEDIOCRIDADE

IDEOLOGIA DA MEDIOCRIDADE

 

Não é necessário ser intelectual, sabido, bambambã, a cultura popular ensina que águas passadas não movem moinho.

Bola pra frente! – é o conselho da experiência para sair do buraco.

Se o prefeito Gil Helou colocasse a culpa dos problemas do município em Toninho Nogueira, este em Ambar e, por sua vez, em Geraldinho que utilidade teria para Águas de Lindóia? Esse andar para trás como caranguejo chegaria ao Dr. Tozzi.  Restaria apenas ele. A conclusão seria que não devia ter fundado a cidade.

CONCEPÇÃO DE MODERNIDADE

CONCEPÇÃO DE MODERNIDADE

CIDADE SPA  

CIDADE SPA  

 

Águas de Lindóia não esconde o que é, o passado está ligado ao presente por cordão umbilical, um bosque quase abandonado.

De um lado está o Balneário com águas de poder curativo, de outro, o turismo e lazer representado pela praça Adhemar de Barros.

Apenas na primeira fase histórica, época Dr. Tozzi, tratou de ser típica estação termal. Época glamurosa, de referência arquitetônica das estações termais europeias como Montecatini (Itália), Vichy (França), sendo frequentada pela aristocracia da época, políticos, fazendeiros e comerciantes.

Páginas

Subscrever crusp68.org.br RSS