Uma república estudantil chamada Paróquia

Álvaro Rodrigues dos Santos (Arvão), Gilberto Meneguesso (Giba)

Paróquia: origens e moradores

Homenagem a Ana Marangoni


Ana Marangoni, amiga e mestra, foi uma das geógrafas brasileiras mais dedicadas à Geografia que conheci. Mas não só uma dedicação às aulas, aos alun@s ou às pesquisas ou orientações... Para além disso... Dedicada à formação de pessoas que escolheram a Geografia como profissão. Mas não apenas uma escolha profissional... Para além disso... Uma escolha para ver, entender e viver o mundo.

Álbum de fotos 1963-1968

Em anexo em PDF um álbum de fotos e recordações do Crusp de agosto de 1963 (primeiros "invasores") a 1968. Documento precioso.

 

ILUSÃO DE TEMPOS SIMPLES

ILUSÃO DE TEMPOS SIMPLES   É comum o descendente de pioneiros de nossa cidade se deixar seduzir por ideias caducas. Ele alimenta ilusões do passado que jamais voltarão a existir. Essa geração das décadas de 1940 a 1960, hoje homens feitos, terceira idade e idosos, está ativa e comanda a cidade. Há uma constatação a que pouca atenção se dá. Dela não surgiu nenhum elemento marginal, fora da lei, ladrão, assassino, desocupado. Ainda desse tempo, raríssimos são os relatos de suicídios, de abandono do lar pelo marido, de mães entre as menores de 14 anos.

“POBRE” PALAVRA EM DESUSO

“POBRE” PALAVRA EM DESUSO

A notícia desses dias que ganhou manchete mundial foi a epidemia de coronavirus na cidade chinesa de Wuhan pela ameaça global de virar pandemia.

Para proteger o mundo as autoridades chinesas tomaram medidas urgentes jamais vistas sendo elogiadas pela OMS – Organização Mundial de Saúde.

A principal delas foi o isolamento de Wuhan e arredores mantendo 56 milhões de chineses em suas residências.

Conto O MISTÉRIO DE SERRA ALTA

O MISTÉRIO DE SERRA ALTA

José Gomes Neto chegou ao final de carreira quando a iniciava.

Ingressou na polícia como investigador e foi lotado em Serra Alta. Havia escolhido a profissão para desvendar grandes crimes, paixão alimentada que chegava ao fim.  

Estava em Serra Alta.

A TRANSIÇÃO DA CULTURA LINDOIENSE

A TRANSIÇÃO DA CULTURA LINDOIENSE

Há grande diferença entre cultura e divertimento.

Entre tantos significados que se possa dar à cultura um deles é a de que trata de uma herança social.

Todos os costumes e habilidades aprendidas pelo ser humano, de geração em geração, acaba-se tornando um padrão de cultura de um povo. Um bom exemplo é a cultura alimentar brasileira de consumir feijão.

Nem sempre foi assim.

Esse hábito alimentar foi se incorporando aos poucos na sociedade e transmitido historicamente aos dias atuais.

CIDADE INTELIGENTE

CIDADE INTELIGENTE

Águas de Lindóia é fácil de ser administrada.

A estrutura urbana está definida, ruas asfaltadas, rede de água, esgoto, iluminação, arborização, urbanização de parques, jardins, poucas estradas rurais onerosas para qualquer município restando ao poder público zelar pela limpeza e manutenção da cidade.

O GRANDE PODER DE UMA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

O GRANDE PODER DE UMA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL    É no município que se pode medir o sucesso ou o insucesso das políticas públicas, afirmava o ex-governador Franco Montoro, pois é no município que o cidadão mora. Ele não mora no Estado nem no País. Mora em sua casa, em sua rua, em seu bairro, em sua cidade. A administração pública nos níveis federal e estadual trabalha mais na seara do planejamento, podendo até desenvolver bons projetos, os quais, na execução  sempre causam frustrações e desilusões.

O FUTURO ESTÁ NO PASSADO

O FUTURO ESTÁ NO PASSADO

Algum motivo importante foi a causa do mau resultado do chamado megaleilão promovido pelo ministro Paulo Guedes para a venda de áreas do pré-sal.

Quatro áreas foram ofertadas e apenas duas foram vendidas.

Os compradores foram a Petrobrás, empresa estatal nacional responsável por 90% da arrecadação do leilão em consórcio com uma empresa estatal chinesa com 10% restantes.

Páginas

Subscrever crusp68.org.br RSS