Blogs

UMA COISA É UMA COISA, OUTRA COISA É A MESMA COISA.

UMA COISA É UMA COISA, OUTRA COISA É A MESMA COISA.

 

Os nascidos e residentes da coirmã Lindóia são reconhecidos por “lindoianos”. Os de Lindóia do Sul, município do Estado de Santa Catarina são ‘lindoienses’. Águas de Lindóia usa “lindoiense” homônimo dos catarinenses.

A língua portuguesa chama os habitantes pelo nome da cidade. O gentílico de Águas de São Pedro/SP é “água-pedrense”, por extensão, o apelidado lindoiense é “água-lindoiano”. “Água-lindoiense” não, porque se refere à Lindóia do Sul.

MADAME CURIE

MADAME CURIE

 

O melhor romance de 2019 é “A Ridícula Ideia de Não Mais Te Ver” da escritora portuguesa Rosa Montero, baseado em fatos da vida de Marie Sklodowska, cientista polonesa naturalizada francesa, a mais importante mulher de ciência do século passado.

Marie Sklodowska passou a se chamar Marie Curie com 28 anos ao se casar com o cientista Pierre Curi. Internacionalmente, ficou conhecida por Madame Curie. Pierre teve morte trágica deixando-a viúva aos 39 anos.

A CRUZ DO CALVÁRIO

 A CRUZ DO CALVÁRIO

 

A mortandade no presídio de Altamira (29.07), 62 mortos degolados e queimados, virou conversa para pesquisa qualitativa.

“Todos presos deveriam ser mortos”, foi a manifestação espontânea. À mesma pergunta a resposta foi “SIM”. 6 em cada 10 pessoas manifestaram esse sentimento.

Em tese, o pensamento “bandido bom é bandido morto”, lema de campanha de Bolsonaro, faz parte da cultura. Coincide com a proporção de votos (83%) que obteve no segundo turno das eleições nesta Estância.

MINA DE OURO AZUL

MINA DE OURO AZUL

 

Estão expostos no Balneário dois quadros que merecem atenção. O da cientista, duas vezes prêmio Nobel, Marie Curie. Ela aqui esteve para constatar a radioatividade da água da Fonte (1926).

Outro, nota fiscal de venda de 600 litros de água para a NASA no início de 1969. A água teria seguido com a nave Apollo 11 e chegado à Lua com os primeiros astronautas a pisar o satélite.

Neste ano se comemora o 50º aniversário da expedição espacial considerada o maior espetáculo da espécie humana. O lindoiense está representado nessa viagem.

TUDO SE RELACIONA

TUDO SE RELACIONA

 

Comentava-se que o poeta Joubert de Carvalho compôs “Maringá” em Thermas de Lindóia.  Ele era médico, teria se hospedado na cidade no ano de 1932. A música deu nome à cidade do norte do Paraná, tem história.

Teste de blog

Teste do novo blog da Marisia.

SÍNDROME PTFÓBICA

SÍNDROME PTFÓBICA

Mércio contou o acidente e a perda total do carro, menos mal, estava assegurado. Estava vivo, algumas escoriações, queixa de dor pelo corpo, nada grave. Havia atropelado um cavalo na rodovia Campinas a Mogi-Mirim. O animal apareceu do nada e teve morte instantânea.

Ele é meu vizinho, carioca, motorista de taxi, mudou-se para cá há alguns anos com a esposa Cláudia, ambos Testemunhas de Jeová.

No dia dessa conversa de tais atributos restava a de vizinho apenas.

O MILAGRE DE SANTO ANTONIO

 

O MILAGRE DE SANTO ANTONIO.

Por quantas vezes, até já perdeu a conta, Padre Narciso encontrou o envelope aos pés da imagem de Santo Antônio.

Despachou a bolsinha de papel, via-se logo artesanal, para o lixo. Não se dava mais à curiosidade de abrir, encontraria uma simples fita vermelha.

Ao jogar o envelope do santo sentia revolta:

- “O que eu estou fazendo aqui em Catolé do Rocha?! Me diz! Me diz!  Santo Antônio”.

Padre Narciso tinha crise.

- “Cidade morta”, reclamava com trejeito efeminado.

IMPULSO POSITIVO

 

IMPULSO POSITIVO

Talvez no Hino Nacional se encontre a explicação para o sonho de amor e esperança da população lindoiense ao viver em formoso céu, risonho e límpido, onde a imagem do Cruzeiro resplandece.

Poderia mesmo pensar em viver deitado nesse berço esplêndido de luz e céu profundo se as condições da natureza e da sociedade fossem eternas.

Mas, a realidade é inexorável como os comunicados de morte da Funerária Carvalho.

É grande a tristeza da despedida de parente, velho conhecido ou um cidadão desconhecido.

É A VELHA HISTÓRIA

É A VELHA HISTÓRIA

 

Desde remota antiguidade a fábula do velho, o menino e o burro é contada e não perdeu a validade.

A história é conhecida. O velho e o menino levavam um burro para vendê-lo na feira. Seguiam a pé para não cansar o animal visando melhor preço. No caminho foram sendo criticados por cada atitude que tomavam:  andar a pé se tinham o burro; a criança montar e o velho andar a pé; a criança a pé e o velho montar; os dois montar no lombo de burro – pobre burro.

Páginas

Subscrever RSS - blogs